Na próxima terça-feira (18), a cidade de Viamão será destacada por apresentar melhoria contínua da saúde bucal de seus estudantes. O município recebe pela segunda vez o Prêmio Destaque em Melhoria na Saúde Bucal, durante o IX Encontro Estadual do Programa Sesc Sorrindo para o Futuro. O evento acontecerá no Centro de Eventos do Plaza São Rafael (Avenida Alberto Bins, 509), em Porto Alegre, a partir das 9h. Centenas de profissionais da saúde e educadores de todo o estado se reunirão em um momento de troca de experiências sobre as ações nas diferentes cidades e apresentação das diretrizes a serem seguidas este ano no programa. Além de Viamão, Xangri-lá, Três Palmeiras e Rio Pardo recebem a premiação.

Na ocasião, também será apresentada uma pesquisa realizada nas escolas participantes do Programa Sesc Sorrindo para o Futuro. Dentre os dados, está o índice de 50% das crianças examinadas no início do ano letivo em escolas do Estado que necessitavam de tratamento clínico odontológico, dentre as mais de 55 mil avaliadas pelo Programa em 2013. A pesquisa mostra também que 70% dos estudantes avaliados melhoraram ou se mantiveram em boas condições de saúde bucal durante o período de um ano, demonstrando a importância da permanência do aluno no programa ao longo do tempo.

O Programa Sesc Sorrindo para o Futuro é realizado pelo Sistema Fecomércio-RS/Sesc em parceria com as prefeituras municipais. Pioneiro no Brasil, o projeto é realizado desde 2003 no Rio Grande do Sul e visa à melhoria do bem-estar das crianças a partir da formação de hábitos saudáveis. Em 2013, mais de 250 mil estudantes de 3.080 escolas de 410 municípios participaram da iniciativa.

Durante o programa, alunos do nível A (Educação Infantil) até o 5º ano do Ensino Fundamental de colégios públicos recebem orientações de saúde bucal, enquanto professores e dentistas são capacitados para desenvolver o Programa com as crianças. Em constante inovação, o projeto vem trabalhando na prevenção de fatores de risco comuns às doenças crônicas (alimentação, atividade física e higiene), estimulando a formação de escolas promotoras de saúde e gerando motivação e envolvimento da comunidade escolar.

Fonte: Enfato Multicomunicação

Créditos destaque: Estudio Paragem/Arquivo Sesc