Foto: Arquivo Pessoal

A Igreja Assembleia de Deus Missão Mundial se baseia no mandamento de que deve-se amar ao próximo como a si mesmo para desenvolver seus projetos sociais, como o Unidos pelo Reino. Conforme o pastor Carlos Fabiano de Lima (44), a iniciativa consiste na distribuição de refeições para a população de rua e para acompanhantes de pessoas hospitalizadas. A ação é promovida por membros da congregação, como o vendedor Milton Adenis Portella Garcia (36) e a esposa, a professora Queli Viviane Lourenço Garcia (35). O trabalho é realizado desde abril, contemplando pessoas no percurso entre o Centro de Gravataí e a Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira até a Ponte, em Cachoeirinha, incluindo passagens por praças, os hospitais das duas cidades e unidades de pronto atendimento.

Foto: Arquivo Pessoal

O projeto Unidos pelo Reino é realizado desde abril. São voluntários ligados à instituição religiosa que arrecadam, preparam e distribuem os alimentos. Carlos, que trabalha como cobrador de ônibus, explica que ver a difícil situação enfrentada por muitas pessoas foi a motivação para a campanha beneficente. “Muitas vezes, olhamos os nossos semelhantes saciando sua fome em uma lata de lixo, enquanto em nossa mesa temos do bom e do melhor. Amamos a Deus, que não vemos, e como não amar e ajudar o nosso próximo, que vemos passar por aquela situação todos os dias?”, indaga. As entregas das marmitas ocorrem toda sexta-feira, a partir das 20h. O cardápio varia conforme os ingredientes disponíveis, porém uma coisa não muda: tudo é preparado, sempre, com todo o carinho. Em média, são distribuídas 50 refeições por semana.

Para auxiliar a população nas ruas e as pessoas que acompanham pacientes internados, a igreja arrecada alimentos, copos descartáveis para servir suco e embalagens para os jantares. Há uma mobilização também para os custos com gás para a cozinha e o combustível dos automóveis usados para o trajeto nas noites de sexta. Segundo o pastor, quem recebe a doação sempre demonstra muita gratidão. “Somos recebidos com alegria. Percebemos que se sentem amparados, que sabem que alguém se importa com eles.” Fazer o bem sem olhar a quem é gratificante para os colaboradores do projeto assistencial. “É uma alegria na alma, no coração. O sentimento de ver um semelhante nessa condição traz tristeza; às vezes, escorrem as lágrimas. Algumas pessoas são aprisionadas, perderam a esperança, a perspectiva de vida, por isso não podemos olhar sem socorrer”, frisa Carlos.

Colabore!

Se você pode colaborar com o projeto Unidos pelo Reino, faça sua doação na igreja (Rua Francisco de Balboa, 186, São Vicente), às terças, quintas, sábados ou domingos, às 20h, ou, ainda, às sextas, às 16h. Também é possível combinar a entrega por telefone 99107-4448, 99526-0632 ou 98590-3678.

*Esta matéria faz parte da edição de setembro da Evidência.