Foto: Arquivo Pessoal

A luta da gravataiense Pâmela Cristina Falcão Simas continua para garantir mais qualidade de vida ao seu filho caçula, o Luiz Miguel, de dois aninhos. O menino sofre com problemas de saúde decorrentes de doenças neurológicas e necessita de oxigênio permanente. Para a respiração, o pequeno conta com um equipamento emprestado até o fornecimento de um aparelho pelo Estado, uma das batalhas de Pâmela. A mãe explica que o tratamento não está surtindo os efeitos desejados, por isso exames em curso vão apontar qual o respirador ideal para o caso do menino. De qualquer forma, a família acredita que terá que comprar um aparelho e enfrenta dificuldade em arcar com todas as despesas. Uma vaquinha online foi lançada para quem puder fazer doações. Acesse a campanha neste link.