Na tarde de ontem (08/05), o Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí e a General Motors (GM) fecharam acordo salarial em audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul (TRT/RS).

Se a proposta for aprovada pelos trabalhadores – em assembleia que será realizada na próxima quinta-feira – eles receberão reajuste de 7,5% em julho, com aumento real de 2,4%, e abono de R$ 2,5 mil a ser pago em 15 de maio. A reivindicação era de 10% e R$ 3 mil. Também foi fixado o valor de R$ 7 mil para o plano de participação nos resultados, desde que a unidade gaúcha atinja 100% das metas de produção do ano, com antecipação de R$ 3 mil em junho. O piso salarial passará de R$ 884,00 para R$ 1 mil.

O sindicato havia convocado na segunda-feira uma greve de advertência de 24h, que contou com adesão apenas parcial dos funcionários. Como a paralisação não estava vinculada à reunião no TRT e nem programada para perdurar, os empregados trabalharam normalmente durante o dia de ontem.

Fonte: R7, G1 e Tribunal Regional do Trabalho

Créditos destaque: ClicRBS