Uma reserva marinha na costa oeste do México conseguiu quase quintuplicar seu número de peixes em 10 anos, segundo um estudo envolvendo várias instituições sob coordenação do Instituto Scripps de Oceanografia, da Universidade da Califórnia, San Diego.

O projeto de recuperação na área do Parque Nacional Cabo Pulmo, no Estado da Baja Califórnia, foi fruto do entusiasmo e dedicação da população local que, incomodada pela devastação do ecossistema, estabeleceu o parque, em 1995, e desde então se dedica a protegê-lo.

"As mudanças mais importantes que observamos é que o número de espécies quase duplicou, e o número de indivíduos e seu tamanho, que em conjunto são os quilos de peixes, aumentaram mais de 460%", disse à BBC o biólogo marinho Octavio Aburto-Oropeza, do Instituto Scripps.

Para ele, o projeto mexicano ensina que o sucesso de iniciativas de proteção de áreas marinhas começa com a participação e a liderança das comunidades locais.

Fonte: G1