Divulgação/Freepik

A matéria de Saúde da Revista Evidência de dezembro aborda um tema importante para quem planeja curtir o verão: cuidados com a pele e os danos causados pela exposição ao sol sem proteção. A reportagem reúne algumas dicas para a população aproveitar a estação, mas de forma saudável e segura.

Exposição sem exageros

No verão, principalmente, é comum que passemos mais tempo em exposição ao sol, porém a dermatologista Rafaela Bressan Werle alerta que é preciso cuidar da pele o ano inteiro, não esquecendo das medidas de prevenção aos efeitos da radiação solar. Nessa estação, a radiação solar incide com mais intensidade sobre a Terra, aumentando o risco de queimaduras e câncer da pele. Em tempos de extremos cuidados com a beleza, é importante ressaltar que a exposição cumulativa à luz do sol é um fator importante no envelhecimento da pele. Sinais clínicos de fotoenvelhecimento cutâneo incluem rugas, manchas, queratoses, aumento dos vasinhos, perda de elasticidade e coloração amarelada. Por outro lado, o sol é extremamente importante em nossas vidas, pois além de melhorar a nossa disposição e o nosso humor, participa da síntese de vitamina D e da manutenção dos ritmos circadianos. Além disso, a radiação ultravioleta, claramente, tem propriedades anti-inflamatórias, exemplificadas pela eficácia da fototerapia no tratamento de doenças de pele como psoríase, vitiligo e dermatite atópica”, relata. O sol não é vilão! Contudo é necessária precaução. Nada de exposição solar exagerada! Vale lembrar que antes das 10 horas e depois das 16h, a incidência de radiação ultravioleta é menor. Esses são horários melhores para atividades ao ar livre.

Cuidados diários

Além dos referidos cuidados na hora de se expor ao sol, a médica ressalta que alguns hábitos são essenciais no dia a dia, tais como hidratação e alimentação balanceada. “Deve-se aumentar a ingestão de líquidos no verão e abusar da água, do suco de frutas e da água de coco. Todos os dias, aplicar um hidratante, que ajuda a manter a quantidade adequada de água na pele. Frutas e legumes de cor alaranjada ou vermelha contêm carotenoides, substância que se deposita na pele e tem importante ação antioxidante e podem ajudar na prevenção aos danos que o sol causa à pele”, argumenta.

Quer saber mais? Confere o conteúdo completo na edição impressa ou online, disponibilizada no site.