O Governo anunciou ontem (21/05), com o intuito de minimizar os efeitos da crise no Exterior, um pacote de incentivos para o consumo no varejo, a aquisição de automóveis e o aumento dos investimentos da indústria. Segundo estimativa do Ministro da Fazenda, Guido Mantega, o preço dos carros pode cair até 10% se todos os benefícios forem repassados ao consumidor. As diminuições se estendem a caminhões e ônibus, com taxas de financiamento mais baratas e prazos mais longos. No entanto, empresários projetam apenas 2% de baixa. “Como os carros estão chegando às concessionárias com desconto, as reduções devem ser pequenas”, explicou a Zero Hora, o presidente do sistema Sincodiv/Fenabrave-RS, Fernando Sbroglio.

No crédito, foi definida a redução da alíquota de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para todas as compras feitas por financiamento. O imposto atinge crédito pessoal, consignado, rotativo do cartão de crédito e aquisição de automóveis, entre outros. Já a indústria nacional ganhou incentivos para compra de maquinário, de forma a estimular o investimento produtivo.

Fonte: Zero Hora

Créditos destaque: piropinho.com.br