O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), presidido em Gravataí por Sadao Makino, revela que está em período de discussão democrática quanto ao processo eleitoral. “É fato que a crise política e sanitária nos exige uma resposta para além das urnas, construindo um processo de mobilização em defesa da vida da classe trabalhadora”, destaca Sadao, explicando que a sigla, embora não tenha definidos os pré-candidatos, seguirá contra as desigualdades sociais. O presidente municipal do PSTU aponta que o partido está empenhado em desenvolver um programa que garanta empregos e vida digna para a população e que logo terá as definições quanto aos que irão concorrer nas eleições.

*Matéria que integra a série da Evidência sobre as Eleições.