Servidores federais do Rio Grande do Sul realizam manifestação que iniciou na ponte do Guaíba e tem previsão de terminar no Largo Glênio Peres, em Porto Alegre. Técnicos da UFRGS, UFCSPA, IF-RS e outras instituições intensificam atividades nesta semana em protesto contra a decisão do governo federal de adiar respostas à categoria em greve, do dia 31 de julho para 13 de agosto.

O governo tem até o dia 31 de agosto para incorporar ou não à proposta do Orçamento da União 2013, alguma indicação de reajuste salarial para o funcionalismo no ano que vem. Os servidores querem reajuste salarial linear de 22%.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) não estima o tamanho do congestionamento. Segundo o G1, o bloqueio ocorreu nos dois sentidos do km 97 da BR-290. Em um primeiro momento, por volta das 8h, os manifestantes bloquearam o sentido capital-interior, depois também o interior-capital. Pouco antes das 9h, o tráfego começou a ser liberado para motociclistas e, totalmente, no sentido capital-interior. Viaturas policiais acompanham o movimento.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) avisa que a manifestação continua pela Av. Castelo Branco, no sentido interior-capital, seguindo pelas Av. Mauá e Borges de Medeiros, até o Largo Glênio Peres. A orientação é para que os motoristas optem por transitar por outras avenidas, como Farrapos ou Voluntários da Pátria.

Fonte: G1
Créditos destaque: Leonardo Ferreira/RBS TV