Divulgação/PMG

Com a chegada do coronavírus, a equipe do Centro de Referência Social (CRAS) Centro teve que adaptar atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Prefeitura de Gravataí. As atividades destinadas às pessoas com deficiência e idosos estão sendo realizadas de maneira virtual, por meio de chamadas de vídeo pelo WhatsApp. Durante todas as sextas-feiras, por cerca de 75 minutos, os participantes usufruem de lives musicais ou de reflexões sobre temas importantes, de maneira intercalada entre as semanas. A iniciativa foi pensada pelas servidoras Clarice Rodrigues, orientadora social, e Simone Negreiros, técnica social, e pela acadêmica de Psicologia Mayara Ferreira.

Além de coordenarem o grupo, as duas servidoras são as vocalistas da banda responsável pelas lives, com o suporte voluntário do músico José Buttes. O repertório musical é composto por clássicos nacionais como “Fogo e Paixão” e regionais ao estilo de “Porto Alegre é Longe”. Antes da pandemia, eram promovidas visitas ao museu municipal, parques aquáticos e eventos externos em geral, incluindo a Feira Agro Rural e Turística (Fearg) de Gravataí, organizada pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento. De acordo com Simone, agora, com as reuniões virtuais, o objetivo da equipe é amenizar o sentimento de saudade e solidão entre os participantes, bem como colaborar para o desenvolvimento da autonomia.