Secretários de segurança dos municípios que integram a Granpal – Associação dos Municípios da Região Metropolitana da Grande Porto Alegre – se reuniram, na manhã da última sexta-feira (10/02), para discutir sobre o monitoramento de todos os acessos a Região Metropolitana.

Conforme o secretário de Assuntos para Segurança Pública (SMASP) de Gravataí, Marco Rocha, o projeto de monitoramento terá um investimento de R$ 10 bilhões do Governo do Estado. “Nossa contrapartida será o profissional que já trabalha na área de monitoramento e que deve estar apto para operacionalizar o sistema”.

Rocha observa que o sistema será compartilhado por Cachoeirinha, já que os acessos são os mesmos. Em março deverá ser iniciada a instalação, com o término previsto para seis meses.

Este sistema permitirá que, por exemplo, um carro que entre no município, tenha sua placa registrada no dia e na hora que entrou por um dos acessos. “Por meio deste registro poderemos saber onde foi, quantas vezes e quando saiu da cidade. Toda sua rota será monitorada.”

Também participaram da reunião o assessor do prefeito de Nova Santa Rita, Gilmar Panizzi, o delegado de policia civil e coordenador do RS PAZ, Carlos Santana, o secretário de segurança de Canoas, Eduardo Pazinato, a diretora da secretaria de Segurança do Estado do Rio Grande do Sul, Vera Cardoso, o diretor executivo da Granpal, Alberto Kopittke, a diretora de projetos da Granpal, Cristina Redivo, o representante da Free Networks, Giovane Cusinato e o inspetor da Guarda Municipal de Gravataí, Gilson Junior.

Fonte: Prefeitura de Gravataí

Créditos Destaque: Divulgação Secom/PMG