Hoje (16/08), professores de escolas públicas de todo o país realizam uma paralisação para pedir o cumprimento da Lei do Piso, que estabelece um piso salarial nacional para educadores.

Em vigor desde 2008, a lei determina que nenhum professor da rede pública com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais pode ganhar menos do que R$ 1.187,00.

Prefeitos e governadores alegam que faltam recursos para pagar o piso. Um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios em 1.641 cidades constatou que a média salarial dos professores variou, em 2010, entre R$ 587 e R$ 1.299.

À tarde, representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação têm reunião marcada com o Ministro da Educação, Fernando Haddad.

Fonte: Folha Online

Créditos Destaque: visitei.net