Foto: Belfoto/Reprodução do Twitter Pirelli Brasil

A Pirelli iniciou, na quarta-feira (1/7), as demissões para o fechamento de sua unidade em Gravataí. A decisão de encerrar as atividades na fábrica da cidade, que produz pneus para motocicletas, já havia sido anunciada em maio de 2019. Na época, a empresa explicou que as operações serão transferidas para Campinas, onde está situada uma fábrica maior. Trata-se de uma mudança estratégica, de acordo com a Pirelli, que pretende fortalecer a atuação no município paulista, onde até então o foco era a produção de pneus de carros. A empresa está em Gravataí há 44 anos. Dos aproximadamente 900 funcionários, 140 foram demitidos nesse início de mês. A previsão é de que a planta de Gravataí seja desativada em 2021.

*Informações do Jornal do Comércio