A Vigilância Sanitária de São Paulo autuou a fábrica da Pepsico em Guarulhos, na região metropolitana do estado, devido ao caso do envase de Toddynho de 200 ml com um líquido a base de detergente, cujo lote apresentou problemas. Pelo menos 32 pessoas passaram mal após ingerirem o produto em 12 cidades no Rio Grande do Sul.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, após uma inspeção na unidade, o órgão "decidiu autuar a empresa por fabricar, embalar, armazenar, expedir, transportar e colocar à venda produtos sem qualidade e segurança, expondo a risco a saúde dos consumidores". Foi aplicada uma multa de R$ 175 mil à empresa. Cabe recurso.

Conforme a Vigilância Sanitária, "a equipe de inspeção concluiu que, embora a Pepsico cumpra as normas de boas práticas de fabricação, houve falha pontual que envolveu um equipamento de esterilização".  O relatório de inspeção diz que a empresa "demonstrou por meio de documentos (mapa de distribuição) que possui sistema de rastreabilidade satisfatório, detectando que o produto foi distribuído equivocadamente para o estado do Rio Grande do Sul e adotando as medidas necessárias a correção do problema".

Fonte: G1

Créditos Destaque: consumidorrs.com.br