A Prefeitura de Gravataí e o Comitê Gestor Local da Copa 2014 apresentaram, na tarde de ontem (09/08), o projeto de candidatura para a cidade se tornar centro de treinamento de seleções, durante o Mundial. O evento ocorreu no Hotel Intercity, um parceiro da iniciativa, ao lado do Cerâmica Atlético Clube e do Paladino Tênis Clube. Estavam presentes representantes da administração municipal, o coordenador-geral do Comitê Gestor da Copa 2014, secretário Estadual do Esporte, Kalil Sehbe, e o diretor de Campos e Gramado Ricardo Nunes, também da Secretaria Estadual do Esporte. Os representantes do comitê gestor da Copa em Cachoeirinha e em Canoas, o diretor de Turismo de Viamão, Cláudio Montano, e representantes da Secretaria de Turismo de Porto Alegre, também participaram.

Durante o evento, os representantes do Comitê Gestor da Copa 2014 visitaram as dependências dos clubes Paladino Tênis Clube e Cerâmica Atlético Clube, além de pontos turísticos da cidade, com um passeio de barco pelo Rio Gravataí. A ocasião permitiu a apresentação das qualidades que a cidade possui para ser um campo de treinamento da Copa, como a acessibilidade e a mobilidade urbana.

O Rio Grande do Sul é, até agora, o segundo Estado com maior número de possíveis centros de treinamento – sete ao todo –, ficando atrás apenas de São Paulo, que possui 20. O Estado receberá oito seleções e, nos 30 dias antes do jogo, os times treinarão nesses centros. O secretário Kalil Sehbe explicou que, para um centro ser escolhido, precisa de três regras básicas: um hotel que fique no máximo a 20 minutos do local de treinamento, um estádio com as medidas oficiais e espaços sugeridos pela Fifa, além de aeroporto local que não ultrapasse de 120 quilômetros de distância do centro.

Comitê Gestor Local

O comitê foi criado no mês de junho e conta com a participação das seguintes autoridades: secretário do Governo Municipal, Luís Zaffalon; titulares da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Edson Gnoatto; da Secretaria Municipal de Esportes, Nelson Beretta; o assessor técnico, Eduardo Gelinger; o presidente do Cerâmica, Décio Becker; o presidente do Paladino, Cláudio Fonseca; e o arquiteto-urbanista, Rui Mineiro.

Fonte: Secom

Créditos destaque: Paladino Tênis Clube