Emily mora em Mount Maunganui, na Nova Zelândia, há cerca de dois anos. Foto: Arquivo Pessoal

Em seus 35 anos de circulação, a Evidência apresentou, diversas vezes, relatos e fotos de viagens. Em muitas ocasiões, também mostramos a história de quem viveu em Gravataí, mas acabou se mudando para outro estado ou país. Mesmo distantes da Aldeia, vários gravataienses seguem acompanhando as publicações e recordam com carinho dos bons momentos vividos por aqui. Na segunda-feira (14/9), iniciamos uma série com a participação de pessoas que fazem parte da história da Evidência e, atualmente, residem em outra cidade.

Foto: Arquivo Pessoal

Há cerca de dois anos, a arquiteta e consultora de Feng Shui Emily da Silva Teixeira (33) escolheu viver em Mount Maunganui, na Ilha Norte da Nova Zelândia, onde já residia o noivo, Allan Neves Vergara Ferreira, pai de Issac (10) e Ícaro (7). Segundo ela, o destino é um verdadeiro paraíso. “E com o toque especial de ser um lugar seguro, num sistema de primeiro mundo. A cidade é linda em natureza e simplicidade, tem uma estrutura bem completa, mas sem cara de cidade grande. A localização é estratégica: em questão de minutos se chega em cachoeiras, florestas e, em poucas horas, em montanhas nevadas. Há também praias paradisíacas por todo o lugar.” Emily não tem acompanhado notícias da cidade, porém salienta que recorda de conferir publicações nas quais participou ou que amigos estiveram na Evidência.

A gravataiense conta que a mudança de país aconteceu naturalmente, depois de que passou um período de nove meses na Irlanda e se aperfeiçoou em técnicas para o autoconhecimento. “Isso é o que entendo sobre o fluxo da vida, o ‘princípio da não ação’, segundo a Filosofia Taoísta, da qual eu sigo, devido ao Feng Shui. Quando silenciamos a mente, conseguimos sentir a guiança. Ela está ali o tempo todo.”