A proposta elaborada pelo Palácio Piratini de criar uma autarquia para cuidar dos pedágios no estado deve ser encaminhada à Assembleia Legislativa na próxima segunda-feira (07/05). O projeto foi discutido por técnicos do Executivo que estão na comitiva do governador Tarso Genro, em visita a Portugal.

Dentre as solicitações, está a criação da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), que vai administrar os sete polos rodoviários – cujos contratos de concessão vencem em 2013 – e as três praças do modelo comunitário, em Portão, Campo Bom e Coxilha. De acordo com o documento, a empresa poderá terceirizar os serviços, mas terá de investir 90% do que arrecada na melhoria das estradas.

Não é estabelecido valores, mas a intenção é reduzir a tarifa dos pedágios pela metade. O número de praças será mantido, com exceção do pedágio da RS-122, em Farroupilha, que a Administração Estadual já havia comunicado o seu fechamento. A expectativa é que o projeto seja votado no prazo de um mês.

Fonte: G1

Créditos destaque: Triunfo Concepa