Para marcar o Dia Nacional em Defesa da Saúde, médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) farão uma paralisação de 24 horas, a partir da manhã desta terça-feira (25/10), em todo o Brasil. A medida servirá também como retomada da campanha por melhores salários.

A expectativa é de que 100 mil profissionais paralisem as atividades. Em Porto Alegre, os cerca de 1,4 mil médicos municipários e municipalizados também devem parar.

Nas unidades que atendem urgências e emergências, haverá manifestação dos médicos e o atendimento será mantido. Um ato público ainda está marcado para a tarde na Câmara de Vereadores da capital gaúcha.

A categoria pretende reunir diretores dos hospitais e representantes de prefeituras para lançar uma campanha por mais recursos para a saúde e aumento salarial.

Fonte: Zero Hora

Créditos Destaque: veja.abril.com.br