Nesta manhã (05/03), o Ministério Público e a Brigada Militar cumpriram 31 mandados de busca e apreensão, em Gravataí, na Operação Medusa. As autoridades apreenderam 3 revólveres, 1 pistola, 1 espingarda calibre 12, 1 carabina 22 e outras armas que seriam de uma quadrilha responsável por uma série de crimes na Região Metropolitana.

Segundo a investigação do MP, o grupo é acusado de vender armas de grosso calibre, comercializar drogas, distribuir celulares em presídios, falsificar documentos e participar de assaltos a bancos.

A operação foi comandada pelos promotores de Justiça André Luís Dal Molin Flores, Rodrigo Carpi Nejar e Diego Rosito de Vilas e teve apoio de mais de 100 policiais da Brigada Militar.

Fonte: Diário Gaúcho

Créditos Destaque: Divulgação/Juliano Rodrigues / Diário gaúcho