Foto: Revista Evidência

A Evidência trouxe um colorido especial à 52ª edição, de setembro de 2002. Azul, verde, amarelo, vermelho e rosa predominaram na capa que remetia à alegria das crianças e ao futuro que as esperava. Passados 18 anos, os sonhos, os objetivos, as formas de encarar a vida podem ser diferentes, mas aqueles meninos e meninas ainda preservam o desejo de que o caminho pela frente seja repleto de felicidade, amor, amizades e aprendizado. Das 12 pessoas que estamparam a capa naquela época, nove se reencontraram recentemente para uma nova edição, alusiva ao Dia das Crianças e aos 35 anos da Revista. 

Família sempre em primeiro lugar

Foto: Alessandro Kroth

Ao recordar da infância, a empresária Amanda da Silva Velho (27) conclui que a fase foi muito divertida e saudável. Afinal, ela tinha algo essencial por perto, as pessoas que ama, que continuam sendo suas prioridades. Casada com Alessandro Kroth, que é seu sócio numa empresa de filmagens, a gravataiense tem três filhos, Nicolas, Bruno e Isabella. “Por mais que estejamos passando por um momento difícil, é importante dar valor à nossa família e amigos.” A participação na capa infantil foi uma honra para Amanda, que acompanha a trajetória da publicação. “É um meio de comunicação de exemplo para nossa cidade. Há anos no mercado, sempre nos surpreendendo e desenvolvendo um ótimo conteúdo para todas as idades.”

Da despreocupação às responsabilidades

Foto: Alessandro Kroth

O estudante de Logística Filipe Fierro da Silva (25) tinha apenas sete anos quando a Evidência lançou a 52ª edição. Admite que não compreendia muito bem, na época, o que representava aquela produção. Mas de uma coisa nunca teve dúvidas: a infância, sem preocupações, marcada por muita diversão, é uma das melhores fases da vida. “Com a vida de adulto, vêm as responsabilidades, porém ficam as boas lembranças”, frisa o jovem, que reside com o pai, o vendedor Edemar Oliveira (53), e o irmão João Eduardo (13). Confiante, mesmo diante do cenário desenhado pela pandemia de coronavírus, Filipe afirma que todos devemos acreditar que as coisas melhores estão por vir. É isso que nos ajuda a seguirmos em frente.

Faça o bem e viva em paz!

Foto: Alessandro Kroth

A filha caçula dos diretores da Evidência, Luiz Henrique e Lisia, Luiza Saltiel (24), sempre acompanhou de perto o trabalho e participou de várias edições. Hoje, guarda as lembranças com muito carinho. “A Revista Evidência faz parte da minha vida. É um guia de comércios de diversos segmentos; uma leitura boa e de qualidade, com matérias de assuntos relevantes; espaço para solidariedade; registros de eventos de pessoas queridas. Fala e mostra sobre todos e tudo, e sempre de uma maneira positiva. Sou muito fã, embora suspeita! E, me considero de muita sorte, porque, além do resultado final, acompanho de perto os bastidores, o que, acreditem, é ainda mais interessante! É um árduo trabalho todos os meses, pensado com muito carinho, e produzido com muita responsabilidade.”

Do lançamento da 52ª edição até hoje, as responsabilidades aumentaram para Luiza, que é advogada, segue estudando e colabora com a produção da Evidência. A paixão pela vida, pela natureza e pelos animais, além do senso de justiça, são os mesmos. A causa animal, inclusive, sempre foi um interesse. Ela e o esposo, o empresário Matheus Pereira Ferreira (26), residem com suas duas gatas, a Maria Fumaça e a Maria Pelúcia, e um casal de cachorros, a Malu e o Bob. Ao olhar para trás, a jovem é grata pela infância feliz, ao lado dos pais e dos irmãos – Lisiana e Henrique -, e amigos com os quais pôde se divertir bastante. O olhar para o futuro é acompanhado da certeza de que é importante fazer o bem sempre. “Das pequenas atitudes do dia, as quais ninguém olha, até as grandes decisões que impactam na vida de muitos, façam o certo. Nossos atos, hoje, mudam nossa vida amanhã. Se eles forem positivos, ainda que não estejamos exatamente onde queríamos estar, estaremos onde o destino nos levou de forma honesta. E estaremos em paz!”