Jairo e Patrícia são candidatos pelo PT. Foto: Divulgação

*O conteúdo a seguir faz parte da reportagem sobre as Eleições publicada na Revista Evidência deste mês.

PT

Candidato a prefeito

O eletrotécnico aposentado Jairo Santos Silva Carneiro (70) é de Torres e reside em Gravataí há 17 anos. Atualmente, mora no bairro Itacolomi. Há 22 anos é casado com Carla Valente com quem tem um filho, Bruno. Também é pai de Jane, Jorge e Tiago. Tem três netas e logo ganhará mais um netinho.

Candidata a vice-prefeita

Patrícia Rodrigues (44) é assistente social, tendo se formado em 2002. Natural de Viamão, reside em Gravataí há 32 anos, na Morada do Vale II. Tem dois filhos, Thamiris e Gabriel.

Evidência – Em síntese, quais as principais propostas do seu Plano de Governo?

Jairo – “Ampliar os instrumentos de participação popular, com modalidades presenciais e virtuais, consolidar a gestão democrática na escola, melhorar o acolhimento das pessoas nas unidades de saúde, ampliar a oferta de consultas e exames, garantir o atendimento de saúde para doenças da população negra, como a anemia falciforme. Garantir a implementação de políticas para a promoção da igualdade de gênero e raça, criar o Conselho de Direitos LGBTQIA, retornar a Fundarc como órgão responsável pela cultura. Estruturar as subprefeituras para prestar atendimento integral nas zonas rurais, instalar energia renovável nas escolas e unidades de saúde, garantindo economia de recursos públicos e de recursos naturais. Criar o Mercado Modelo para venda direta dos produtores de hortifrutigranjeiros e artesanato.”

Evidência – Se eleito, o que será prioridade já no primeiro ano de mandato?

Jairo – “A nossa prioridade será a construção de instrumentos de consulta popular para modernizar o Orçamento Participativo com novas possibilidades de participação e envolvimento da comunidade e das associações de moradores visando, inclusive, a utilização de meios eletrônicos, para democratizar o acesso às decisões coletivas no município.”

Evidência Qual o potencial que vislumbra para Gravataí, considerando os efeitos da pandemia de Covid-19?

Jairo – “Uma cidade rica em possibilidade de empreendimentos de reciclagem, saneamento, limpeza urbana, produção de alimentos. Pretendemos estimular a articulação de cooperativas para fazer contratos com o Poder Público para a prestação de serviços como construção de moradias, limpeza e capina, criando, assim, vagas para os desempregados, com salários maiores do que receberiam de empresas terceirizadas comuns.”