Foto: Reprodução/Facebook

Horas após o cerimonial da troca de Comando Militar do Sul, dia 30 de abril, o padre Lucas Matheus Mendes trocou mensagens de áudio com o editor de Evidência, Luiz Henrique Saltiel. O sacerdote falou um pouco sobre o encontro com o presidente da República, Jair Bolsonaro, na Igreja Nossa Senhora das Dores, em Porto Alegre.

Sozinho, em frente à igreja, que estava fechada, em conformidade com o estabelecido em decreto municipal como medida para prevenção ao coronavírus, Padre Lucas observava a movimentação atípica na rua por causa das presenças de autoridades e, em especial, do presidente da República, que se dirigiu ao templo, de forma espontânea, sem programação oficial. “Não é todo dia que um presidente da República passa na frente da sua casa”, comenta o religioso, acrescentando que “o presidente foi muito educado e muito simpático e, como o acesso ao local, bem como as celebrações estavam suspensas, conversamos nas escadarias”.

No rápido diálogo, Bolsonaro pediu ao padre que rezasse por ele e destacou que sentia gratidão pela vida depois de tudo o que havia passado. O pároco, que também é professor, ressalta que, independentemente de ideologias, era seu papel institucional recepcionar cordialmente, como eclesiástico de sua paróquia, uma autoridade civil e que foi um momento de orgulho em poder receber um Presidente da República, independente das posições políticas, ideológicas ou situações tão polarizadas que hoje se encontram no Brasil. O encontro também foi registrado pelo presidente, em seu perfil oficial no Facebook. 

*Na edição de maio da Revista Evidência, você poderá conferir a matéria completa sobre a conversa do presidente e o padre gravataiense.