Fotos: Doni Castilho e Gustavo Epifanio

A temporada de rallys já começou em grande estilo para o navegador de Gravataí Tiago Poisl. O competidor está participando pela primeira vez do Rally Piocerá, tradicional prova off-road nacional que está em sua 34ª edição e acontece sempre no início do ano, normalmente abrindo a temporada de competições da modalidade. O Piocerá 2021 começou no dia 27 de janeiro em Teresina (PI) e segue até este sábado (30/1), com chegada em Aquiraz (CE). Tiago compete na categoria Master de carros 4×4 representando a equipe GS Racing ao lado do piloto de Belo Horizonte Fernando Lage.

Fotos: Doni Castilho e Gustavo Epifanio

O Rally Piocerá reúne carros, motos, quadriciclos e UTVs que percorrem mil quilômetros em quatro dias de prova. Já as bikes enfrentam uma distância total de 356 quilômetros. Além de Teresina e Aquiraz, a competição ainda passa pelas cidades de Piripiri (PI), Ubajara (CE), Guaraciaba do Norte (CE), Santa Quitéria (CE), Canindé (CE), Guaramiranga (CE) e Maranguape (CE). O Rally Piocerá 2021 é válido pelo Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade (CBM) e pelo Campeonato Brasileiro de Rally de Regularidade (CBA). Neste ano, a disputa reúne 419 competidores, sendo 147 nas motos, 141 nos carros, 116 nas bikes, dez nos UTVs e cinco nos quadriciclos.

No primeiro dia de provas os competidores largaram de Teresina com direção a Piripiri percorrendo 258 quilômetros de uma prova com oito horas de duração. Já na primeira participação, o navegador de Gravataí ficou entre os destaques da categoria Master. A dupla de Tiago foi a terceira que menos perdeu pontos ao longo do primeiro dia de prova e, considerando as colocações nas três etapas realizadas no dia, a soma de pontos garantiu a liderança da categoria com um empate com outra dupla da equipe GS Racing. “Estamos felizes com o resultado e, como tem muita prova para frente, vamos tentar levar esta disputa caseira com nossos colegas de equipe até o final”, comenta o navegador de Gravataí.

Entre os desafios do Rally Piocerá para os navegadores gaúchos e catarinenses está o tipo de prova que é muito diferente das realizadas na região Sul. Mesmo assim, o representante de Gravataí está na briga pelo título. “O primeiro dia de Piocerá foi uma prova muito diferente dos nossos costumes, muitas referências com pouca marcação e terreno mudando a todo momento. Os navegadores trabalharam muito neste primeiro dia, mas as paisagens que contemplamos foram fantásticas. Passamos por muita vegetação, muitas trilhas de florestas virgens, estradinhas de corredores entre fazendas com o terreno muito molhado e grandes poças das últimas chuvas. Foram 7h30min de prova que valeram muito logo no primeiro dia”, detalha Tiago.

Fonte: Aline Ben da Costa/Comunicação 4×4