O Centro Aeroespacial Alemão (DLR) informou que o satélite desativado Rosat entrou na atmosfera da Terra no início da madrugada deste domingo (23/10), entre 3h45min e 4h15min (horário local). No entanto, o DLR não confirmou se alguma parte dos destroços atingiu a superfície do planeta. Não está ainda claro ainda onde o equipamento entrou na atmosfera.

O satélite, que era usado para a observação de raios-x, é do tamanho de uma minivan e pesa 2,4 toneladas. A previsão era de que ele se queimasse durante a reentrada na atmosfera, mas 30 fragmentos, que juntos têm 1,7 tonelada, poderiam atingir o solo. A maior dessas peças é um espelho resistente ao calor. O porta-voz da DLR, Andreas Schütz, chegou a dizer que todos os países do mundo entre 53 graus norte e 53 graus sul poderiam ser afetados. A vasta área inclui a maior parte das regiões habitadas do planeta e todo o território brasileiro.

Fonte: Zero Hora

Créditos Destaque: Divulgação / German Aerospace Center