Após um ano de 2010 recorde, 2011 é até agora o décimo mais quente em escala planetária desde o início das estatísticas, em 1850, afirma documento da Organização Meteorológica Mundial (OMM), divulgado nesta terça-feira (29/11), em Durban (África do Sul). É, sobretudo, o ano mais quente em relação a um episódio de "La Niña", fenômeno cíclico acompanhado por temperaturas geralmente mais amenas.

A agência da Organização das Nações Unidas (ONU) especializada em informações meteorológicas adverte ainda que os 13 anos mais quentes na história do planeta se concentraram nos últimos 15 anos, desde 1997.

À margem das negociações de Durban, onde líderes mundiais debatem as mudanças climáticas, a OMM informou que a temperatura média da última década (2002-11), "superior em 0,46ºC à média no médio prazo", é a mais elevada constatada até o momento, similar à década 2001-2010.

Fonte: Zero Hora

Créditos Destaque: controlesolarfilms.com.br