O mundo inteiro sabe que ninguém é igual, apesar de vermos nas passarelas modelos magras, com pouco quadril, pouca barriga, pouco busto, etc. Deparamos-nos então com o desespero: como vou ficar bonita e “na moda” se meu corpo é bem diferente?

Para ficar linda e bem vestida, é importante observar o que combina melhor com você. Portanto, deixe o desespero de lado, olhe-se no espelho, e confira algumas dicas para cada tipo de estrutura feminina:

Corpo Retângulo
As mulheres com esse tipo físico têm os ombros, cintura e quadris na mesma medida; assim, ao se vestir, deve-se procurar ‘criar’ uma cintura.

Use:
– Casacos e jaquetas com pences, que deixam as roupas mais finas na cintura;
– Calças sem pregas, com cortes retos e afunilados, para não causar mais volume;
– Cintos ou faixas sobre as roupas;
– Decotes, brincos, colares. Os melhores decotes são os em formato “V”, “U” ou canoa;
– Corselete, já que ele ajuda a esculpir curvas, afinando a cintura.

Evite:
– Camisas ou blazers de corte quadrado e longo;
– Gola alta;
– Jaquetas curtas;
– Vestido de corte reto;
– Saia justa e afunilada.

Corpo Oval/Redondo
Para destacar as qualidades, deve-se chamar atenção para as pernas, tentar estender os ombros e diminuir os quadris.

Use:
– Decotes em “V” ou “U”, brincos, colares;
– Blazers, camisas ou tricô que ultrapassem a linha da cintura. Nada pode parar na altura da barriga ou no meio do quadril, pois criam uma ilusão de que o mesmo é ainda maior;
– Calças de cintura no lugar, com corte reto, e saias sem pregas.

Evite:
– Tudo o que chama a atenção para a cintura: camisetas curtas que mostram a barriga, calça com cintura baixa e calças ou saias com pregas;
– Cinto ou faixas por cima da roupa, tanto claro, como escuro;
– Gola alta;
– Calça muito justa ou tipo legging, que deixa a perna muito estreita e realça a barriga;
– Roupas claras e com brilho;
– Listras horizontais, tecidos volumosos, babados e drapeados;
– Vestido com recorte abaixo do busto.

Corpo Triângulo Invertido
Para chegar ao equilíbrio, é necessário aumentar o quadril, chegando a uma medida proporcional ao ombro.

Use:
– Frente única ou vestido de cava americana;
– Calças de cintura baixa, mas não justas;
– Cores escuras na parte de cima;
– Calças com volume, por meio de pregas ou tipo pantalona;
– Regatas de alça fina.

Evite:
– Ombreiras;
– Blusas de tecido volumoso com muitos detalhes na altura do busto, ou de linhas horizontais;
– Saias e vestidos justos e afunilados;
– Blusas de decote canoa e tomara que caia.

Corpo Triângulo
O truque é fazer com que os ombros se estendam horizontalmente, chegando até a medida do quadril, ou diminuir visualmente o quadril.

Use:
– Calças ou saias de cores escuras, já que a cor escura emagrece, mas não muito justas;
– Decote de ombro a ombro. Isso aumenta visivelmente os ombros;
– Tomara que caia;
– Mangas com volume;
– Blusas e camisetas coloridas.

Evite:
– Calça ou saia de pregas, calça de cintura baixa e corsário. Calça muito justa também realça muito o quadril, dando a impressão de aumentá-lo;
– Regatas de alças muito finas;
– Detalhes na altura dos quadris, como: bolsas, bordados e babados;
– Minissaia curtíssima;
– Parte de cima cor escura, sendo a parte de baixo de cor clara.

Corpo Ampulheta
O tipo físico que toda a mulher gostaria de ter. É o mais versátil, mas ainda assim são necessários alguns cuidados.

Use:
– Tops, regatas, frente únicas, calças com prega ou sem prega, detalhes em qualquer parte do corpo;
– Gola alta;
– Calças de corte reto e cintura baixa.

Evite:
– Vestidos em forma de trapézio;
– Camisas ou blazers de ombros muito largos;
– Roupas retas e sem pence.

Fonte: Portal Dica Feminina

Créditos Destaque: Blog Pimenta Malagueta