O Mercado Público de Porto Alegre será reaberto às 10h desta terça-feira (13). Técnicos do Corpo de Bombeiros autorizaram a reabertura após vistoria no prédio, confirmando a adequação da estrutura às exigências de segurança. No entanto, oito restaurantes do andar superior e 29 lojas do quadrante voltado para a Júlio de Castilhos, com as estruturas afetadas pelo incêndio, permanecem fechados para as obras de recuperação. Ao todo, 73 estabelecimentos voltarão ao funcionamento.

O presidente da Associação dos Permissionários, Ivan Konig, agradeceu a solidariedade demonstrada no combate ao incêndio e na adoção das providências para atendimento dos permissionários e trabalhadores. “Reabrir o Mercado em 35 dias é fantástico diante do que ocorreu”, declarou.

Para o prefeito José Fortunati, a reabertura é resultado de um esforço coletivo empregado desde o incêndio, registrado na noite de 6 de julho. “A cidade estava esperando essa notícia. Todos os envolvidos trabalharam unidos para devolver à população o mais rápido possível o grande patrimônio que é o Mercado Público”, disse.

O comandante do Corpo de Bombeiros da Capital, Adriano Krukoski, confirmou a adequação do Mercado nos quesitos de segurança, como sinalização e infraestrutura de combate a incêndio. “Dentro do que foi acordado no TAC, a estrutura está adequada para reabertura do Mercado”, afirmou. O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) prevê as exigências mínimas e garante a reabertura do Mercado Público. O documento foi assinado pela prefeitura, Ministério Público e Corpo de Bombeiros na última segunda-feira (5). Entre as medidas estão a implantação de alarme antifogo, placas sinalizadoras luminosas e treinamento de comerciantes para situações de risco.

Fonte: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/

Créditos destaque: Gilberto Simon / PMPA