Reprodução da internet

Gravataí perdeu um empreendimento importante: a empresa Mercado Livre desistiu de instalar um centro de distribuição na cidade. A notícia, confirmada na sexta-feira (19/6), foi lamentada pelo Governo Municipal. Em comunicado oficial, o prefeito Marco Alba atribuiu a perda à falta de apoio do Estado. “Como tem sido a nossa prática sempre que recebemos novos empreendimentos, a Administração Municipal debruçou-se sobre o projeto e, em tempo recorde, aprovou uma série de incentivos pleiteados, que permitiriam a implantação do negócio e a geração de cerca de dois mil empregos no município e região. No mês de fevereiro deste ano, na véspera do dia em que seria entregue o alvará, veio a notícia de que, em virtude da dificuldade de organizar a matéria tributária do Estado, a empresa Mercado Livre estava suspendendo a consolidação do negócio, à espera de que fosse possível sensibilizar o governo gaúcho para as necessárias modernizações de legislação tributária. Mas, infelizmente, não foi o que aconteceu”, explicou. A empresa será instalada em Santa Catarina.

Também na sexta-feira, o Governo do Estado argumentou que ainda não havia sido informado oficialmente a respeito da desistência definitiva da empresa Mercado Livre. “Desde o início das negociações, o governo, prezando pelo interesse dos cidadãos gaúchos, tem procurado garantir as condições para que a companhia amplie seus negócios já existentes no Estado com a instalação desse centro de distribuição. Por meio da Secretaria da Fazenda, foi oferecida, conforme demanda da empresa, uma harmonização da legislação tributária do RS com a de SP para que fosse possível a instalação nas mesmas regras de outros centros de distribuição. A Sefaz permanece tentando superar questões adicionais ao modelo paulista em vigor, surgidas à medida que as negociações avançaram. A Receita Estadual, inclusive, está levando esse assunto ao âmbito do Confaz para que seja discutido um padrão nacional para as operações de Fulfillment (logística de e-commerce)”, informa a nota oficial.