Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, atingiu índice recorde de reprovação, segundo pesquisa publicada pelo jornal The Washington Post. A rejeição cruzou a barreira dos 50%, número inédito desde o início de sua administração, em 2008.

Para amenizar a situação delicada em que se encontra, Obama anunciou hoje (08/09) um plano de US$ 300 bilhões para a criação de novos empregos, por meio de investimentos públicos e corte nos impostos.

O presidente americano enfrenta duras críticas de seus adversários republicanos na campanha para a sucessão presidencial em 2012. Segundo eles, os planos de Obama para evitar a recessão não vêm surtindo efeito, já que não foi registrada a criação de novos empregos no mês de agosto, e a taxa de desemprego segue em 9,1% nos Estados Unidos.

Fonte: O Povo Online

Créditos Destaque: portalmariana.org