Solenidade foi realizada na terça-feira. Foto: Douglas Glier Schütz

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Educação, lançou nesta terça-feira (3/12) a pedra fundamental da primeira escola municipal de ensino fundamental do Residencial Breno Garcia, na parada 103 da RS-030. A instituição de ensino levará o nome de Suely Silveira Soares, e atenderá crianças, adolescentes e adultos em nível de educação infantil, ensino fundamental e ainda na modalidade da educação de jovens e adultos (EJA). Uma vez instalada, a escola atenderá crianças e alunos a partir dos quatro anos de idade. O objetivo é oportunizar uma educação de qualidade e sem precedentes naquela região, bem como o aumento do elenco dos direitos protegidos para milhares de famílias de Gravataí que outrora moravam em áreas de risco.

No lançamento, o prefeito Marco Alba explicou os motivos de se ter escolhido o nome da sua mãe, Suely Silveira Soares, para a nova escola. “A busca pelo nome foi feita de acordo com a representatividade da maioria das pessoas que aqui moram e que receberam a titularidade dos imóveis, que são mulheres chefes de família.” Ele lembrou que assim como hoje, enfrentando preconceitos, sua mãe se privou de diversas atividades para criar e educar os filhos, dando-lhes boas oportunidades. Na cerimônia de início da obra foi feita uma cápsula do tempo, na qual foram depositados uma camiseta do atual uniforme entregue a todos os alunos da rede pública municipal, assim como um caderno, que representou o kit escolar.

A obra

A Escola Suely Silveira Soares ficará na Rua Coqueiro do Sul, em uma área construída de 3.247,89 metros quadrados. O prazo para conclusão da obra é de um ano. Nos três turnos, serão 800 alunos atendidos. O projeto de lei que cria a escola já está tramitando na Câmara de Vereadores.  A obra custará em torno de R$ 4 milhões, por meio de financiamento com a Caixa Econômica Federal. O projeto modelo conta com 12 salas de aula, laboratório de informática, biblioteca e ginásio de esportes, entre outras instalações. A área da escola já foi terraplanada e a obra, que será executada pela empresa Elo Construções e Instalações já está em fase inicial.

Fonte: Prefeitura de Gravataí