A causa era nobre: ajudar os projetos assistenciais da Organização das Nações Unidas (ONU). Em campo, os Amigos do Ronaldo contra os Amigos de Zidane. Com um clima de festa, todos saíram ganhando: jogadores, público e, principalmente, os mais de 30 países que serão ajudados.

A Arena do Grêmio foi o palco da partida histórica que reuniu craques de diversas gerações do futebol brasileiro e mundial em Porto Alegre, na noite de ontem (19/12). Quase 60 mil pessoas compareceram e contribuíram com a iniciativa da ONU. Esta foi a primeira vez, desde 2003, que o Jogo Contra a Pobreza foi disputado fora da Europa.

Aos 36 minutos de jogo, após o passe de Neymar, Bebeto abriu o placar para o time de Ronaldo. No início do segundo tempo, Falcão, ídolo do futsal, acertou um belo chute de fora da área e empatou a partida, e logo em seguida, Zidane virou o jogo para o seu time. Aos 34 minutos da etapa complementar, Cacá Ferrari, amigo de infância do fenômeno, empatou novamente, e aos 41 minutos, Leandro Damião decretou a vitória dos Amigos do Ronaldo. Final: 3 a 2 para o “Fenômeno”.

Fonte: ClicRBS

Créditos destaque: Fernando Gomes/Agência RBS