Os moradores do bairro Monte Belo, na parada 70 de Gravataí, ganharam uma vizinhança, no mínimo, exótica. Pelo menos três jacarés adultos, do papo amarelo, vivem na praça que um dia foi um lago, onde moradores se banhavam. Graças ao abandono da área, à expansão da vegetação e ao acúmulo de lixo, o local se transformou em um grande banhado, propício para a instalação dos animais.

Não se sabe, ao certo, há quanto tempo os bichos estão vivendo ali, nem a quantidade exata de répteis. Os moradores estimam que os jacarés tenham em torno de 1,5 metro e 2 metros. A voluntária da ONG Onda Socioambiental e moradora do bairro, Cleunice Antunes, conta que um antigo morador teria colocado um filhote de jacaré no lago há cinco anos. Outros dois filhotes também teriam sido largados ali dois anos depois. Cleunice diz que nunca houve incidentes entre os animais e os moradores, mas que recentemente, as crianças mataram um filhote a pedradas.

“Há muitos anos o pessoal tomava banho ali, mas depois começaram a largar esgoto no local, foi ficando abandonado e tomado por lixo. Os comentários de que havia jacarés morando no lago são de muito tempo. Até que um dia, consegui tirar fotos de um deles, afirma Cleunice.

A voluntária diz que os moradores do bairro Monte Belo fizeram um abaixo-assinado para pedir providências à prefeitura de Gravataí quanto à possibilidade de retirada dos jacarés do local e, especialmente, para que seja feita a limpeza da área. De acordo com o diretor-presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente, Sérgio Sampaio, a orientação do Ibama é que os animais permaneçam no lago, já que eles criaram ecossistema no ambiente.

“Pedimos orientação para os técnicos do Ibama e eles nos orientaram a mantê-los ali. Além disso, que fossem feitas obras para conferir segurança aos animais e à população. Fizemos uma limpeza na área e nos próximos dias faremos o cercamento e a colocação de placas de sinalização", afirmou Sampaio. A estimativa dele é concluir a colocação das placas de sinalização ainda nesta semana. O cercamento da área destinada aos jacarés deverá ser concluído na semana que vem.

Fonte: Correio do Povo

Créditos Destaque: Cleunice Antunes / ONG Onda Socioambiental