Foto: Divulgação/PMG
Foto: Divulgação/PMG

A Secretaria Municipal da Educação (SMED) deu início, na segunda-feira (8/2), ao processo de início do ano letivo. No primeiro dia, além do encontro dos alunos com os professores, os responsáveis fizeram a opção entre o sistema de ensino híbrido ou totalmente não presencial. O momento também foi de orientação sobre os protocolos sanitários que serão adotados nessa retomada. “Nós entendemos como importantíssimo o retorno às aulas presenciais. O governo está tomando todos os cuidados para que a escola seja um ambiente seguro para toda a comunidade escolar”, afirma o prefeito Luiz Zaffalon.

As aulas, no modelo híbrido, retornam no dia 18 de fevereiro em toda a rede municipal. As escolas já receberam os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), como tapetes sanitizantes, álcool gel e máscaras. De acordo com a SMED, as escolas também poderão adquirir EPIs se entenderem necessário, utilizando os repasses extramunicipais.

A partir do dia 18, quando as aulas retornarem no modelo híbrido, serão aplicadas avaliações diagnósticas e provas de avaliação que indicarão os índices de aprendizagem do ano passado de cada aluno.

A secretária municipal da Educação, Sonia Oliveira, destaca que o governo não tem medido esforços, junto aos outros municípios e ao estado para que o Ministério da Saúde coloque os professores como prioridade na ordem da vacinação e que neste momento está tomando todos os cuidados para que o retorno se dê da forma mais segura tanto para os alunos quanto para os profissionais.

Fonte: Prefeitura de Gravataí