Foto: Henrique Amaral - Aero Studio

A partir do Decreto Estadual 55.559, prevendo alterações para o setor da indústria e eventos sociais e de entretenimento em ambiente aberto, o prefeito Marco Alba e o secretário da Saúde de Gravataí, Jean Torman, anunciaram, nesta quarta-feira (28/10), em transmissão pela internet, as principais medidas do Decreto Municipal 18.296. A partir de agora, as indústrias estão liberadas para voltarem a operar com 100% dos seus trabalhadores. Já o setor de festas, casas noturnas e eventos voltam a funcionar, respeitando o limite de ocupação de 70 pessoas pelo tempo máximo de duração de quatro horas – está proibido o uso de pistas de dança.

Segundo o secretário Jean Torman, há uma série de exigências, como, por exemplo, a venda de ingressos previamente, sem filas nem aglomeração nas entradas. “Pedimos a esses empresários dos setores de festa e lazer que atentem ao cumprimento das exigências do Governo do Estado, para que possamos avançar na flexibilização desses protocolos.” Outro setor contemplado no novo decreto são os condomínios, que devem ajustar-se aos protocolos por meio da elaboração de um Plano de Contingência.

Quanto a retomada das aulas presenciais, o prefeito reforçou que os alunos da rede municipal não retornarão às escolas em 2020. “É diferente controlar uma criança do que aqueles que, espontaneamente, escolhem ir ou não a um evento. A criança não teria a opção nem a preocupação com os cuidados, porque são inocentes, sem a noção do perigo. Já os adultos, não. Vai à festa quem quer. Não vamos expor as nossas crianças ao risco”, reiterou. Marco Alba e o secretário da Saúde também comunicaram que o Hospital de Campanha montado junto ao Dom João Becker seguirá funcionando, em razão do elevado número de contaminados no Município, que já passa de cinco mil.

Fonte: Prefeitura de Gravataí