Futebol é uma das atividades prediletas de José Paulo e os filhos. Foto: Arquivo Pessoal

No próximo domingo (9/8), celebramos o Dia dos Pais. Em homenagem a eles, a Evidência vai publicar, diariamente, até a data, histórias sobre amor, proteção e parceria entre pais e filhos. Todas as matérias integram a edição de agosto da revista.

Referência para os filhos

Foto: Arquivo Pessoal

Ser uma boa referência para os filhos é o que almeja todo pai. Para tanto, exige-se consciência quanto aos compromissos e às responsabilidades. “O pai deve cumprir um papel que vai além de ser um provedor. É imprescindível dar o exemplo de conduta ética, de modo a fortalecer os valores fundamentais para a vida em sociedade. Precisa estar junto, acompanhar, dividir tarefas e comprometer-se com o desenvolvimento saudável e correto dos filhos”, ressalta o administrador e doutor em Educação José Paulo da Rosa (56). Casado com a advogada Daniela Justo Neutzling (44) e pai dos gêmeos Paulo e Leonardo (8), ele é participativo na rotina dos garotos e concorda com o pensamento de que a paternidade torna as pessoas melhores. “A vida tem outra perspectiva a partir do nascimento dos filhos.”

Os gêmeos são diferentes na aparência e no comportamento, mas compartilham o mesmo gosto por futebol. A diversão é grande quando jogam bola com o pai! Apesar das intensas atividades profissionais, o administrador acompanha de perto o crescimento dos filhos. É presente e mantém uma relação maravilhosa, de muita parceria com os meninos. “As redes sociais e o avanço da tecnologia fazem com que a vida passe mais rápido. Estamos conectados sempre e, quando percebemos, já é final de ano. Mesmo assim, temos acompanhado tudo isso juntos”, frisa. Por causa da pandemia, José Paulo está convivendo mais tempo com a família, em casa, o que afirma ser muito positivo para o relacionamento.

Foto: Arquivo Pessoal