Em assembleia geral realizada nesta quarta-feira (11), os trabalhadores em educação pública municipal de Gravataí decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. A categoria rejeitou a proposta apresentada pelo prefeito, de reposição parcelada da inflação (INPC), com a primeira parcela em agosto (retroativo a maio) e a segunda em novembro.

Com a decisão, o funcionamento das escolas municipais de Ensino Fundamental, Médio e Infantil param a partir de hoje. Após a assembleia, mais de 850 trabalhadores saíram em caminhada pelo Centro da cidade até a Prefeitura, onde a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública Municipal de Gravataí (SPMG) entregou um ofício com a resolução da greve e a reivindicação de que o governo inicie a negociação.

O comando de greve deve reunir-se esta tarde na sede do Sindicato para definir as ações de mobilização (Avenida José Loureiro da Silva, 1520 – sala 201 – Centro – Gravataí).

Fonte: Assessoria de Imprensa/SPMG

Créditos destaque: Divulgação/Silvia Fernandes