Imagem: Internet

Nesta segunda-feira (04), compartilhamos em nossas redes sociais um vídeo muito tocante, cuja ideia central é combater o racismo. O curta-metragem que mostra que os seres humanos não nascem racistas e convida a todos para continuarem com a pureza das crianças, foi produzido pela Rede Globo e conta com o protagonismo de Glau Barros, atriz e cantora gravataiense.

Visto que o preconceito surge ao longo da vida, a campanha foi lançada a fim de que haja uma reflexão sobre esse problema que, infelizmente, ainda é muito comum em nosso país. Por isso, traz como mensagem a frase “Ninguém nasce racista. Continue criança”. De acordo com a artista gaúcha, o trabalho foi gravado no dia 18 de junho, em Porto Alegre. No total, participaram 12 crianças, sendo seis do Rio de Janeiro, quatro de Caxias do Sul e duas de Novo Hamburgo, todas atendidas por programas sociais.

“Fui selecionada para o papel após enviar para produção um vídeo em que falo sobre o racismo. No dia da gravação, foi muito difícil segurar a emoção. As crianças, que não são atores, não sabiam do que se tratava a filmagem, só que receberiam na hora as frases que deveriam falar. Elas ficaram bastante mexidas com a circunstância. Os meninos que, normalmente, são mais práticos, até falavam num primeiro momento. Mas quando o diretor da cena pedia para que eles repetissem olhando nos meus olhos, eles já não conseguiam. A princípio, eu não teria falas, mas com o tempo vimos que era preciso que eu interagisse. Foi quando eu comecei a questionar o porquê de não repetirem as frases. Muitos não conseguiam porque achavam feio e outros porque já haviam passado pela situação. Infelizmente, o preconceito ainda existe e muito na sociedade. O que a campanha quis mostrar, e acredito que tenha conseguido muito bem, é que ele não nasce com a gente. A criança é pura e acaba se contaminando com essa coisa ruim que é a discriminação”, relata Glau.