Conforme relatório elaborado pela Fundação Municipal de Arte e Cultura (Fundarc), a 27ª edição da Feira do Livro de Gravataí, realizada de 3 a 9 de agosto, na Praça Dom Feliciano, registrou 38 mil visitantes e 7.300 obras vendidas. “Os números apontam um aumento de 23,5% na comercialização de livros se comparada ao ano anterior, cujas vendas foram de 5.908 títulos”, afirmou a diretora-presidente da Fundarc, Fernanda de Fraga. Ao todo, 23 obras foram lançadas na Feira do Livro, sendo 15 de escritores gravataienses.

Os gêneros mais procurados foram os de literatura infantil, seguidos dos romances e obras de autoajuda. “A revolta dos tuco-tucos”, de Ester Polli, escritora e contadora de histórias infantis de Gravataí, ocupou o topo da lista dos mais vendidos, seguido de “A culpa é das estrelas” e “O Teorema Katherine”, ambos do escritor norte-americano John Green.

A programação cultural do evento foi composta por oito bate-papos com escritores, 13 contações de histórias, 23 sessões de autógrafos (envolvendo cerca de 50 escritores locais), 12 espetáculos de teatro/dança, quatro shows musicais, cinco happy hours, duas oficinas literárias, três palestras, dois saraus literários e uma atividade de práticas vivenciais (cinema/yoga).

Durante os sete dias do evento, participaram 19 expositores, dentre livrarias, editoras e livreiros. A 27ª Feira do Livro de Gravataí foi uma promoção da Prefeitura de Gravataí, através da Fundarc, em parceira com o SESC/ Fecomércio.

Fonte: http://www.gravatai.rs.gov.br

Créditos destaque: CCS/PMG