Fernanda produziu uma nova foto, relembrando a edição na qual foi capa. Imagens: Reprodução e Arquivo Pessoal

Já se passaram 22 anos do lançamento da 14ª edição da Evidência, na qual Fernanda Morari Costa (36) foi a capa. É claro que, passado tanto tempo, muitas coisas mudaram na vida da médica residente em Oftalmologia, que trabalha no consultório dos tios Anna Maria e Bernardo Aguiar. A revista publicada em 1998 revelava a paixão dela por aviões, algo que herdou do pai, Fernando Costa (in memoriam), que também foi capa, porém em 2009. “Ele sempre foi meu parceiro de voos e minha grande inspiração de médico e de ser humano. Viver sem ele é difícil e sinto saudade todos os dias.”

A aviação não é a única área de interesse de Fernanda, que adora motos, jet skis e cavalos, além de não abrir mão da participação em gincanas. Membro da EquiRetalho, ela conta que aprendeu muito nos eventos, por meio das tarefas e ações sociais. A oportunidade de viajar bastante e morar em outros países também foi essencial para que se tornasse uma pessoa mais positiva e resiliente. “Morei nos Estados Unidos duas vezes: na primeira, trabalhando em uma pizzaria no Arizona e, depois, já durante a faculdade de Medicina, em Miami, por conta de um estágio na emergência do Jackson Memorial Hospital”, recorda. Hoje em dia, a médica tem como lema que tudo na vida tem dois lados, um bom e o outro ruim. “Quando começamos a ver esses dois lados, conseguimos lidar melhor com as euforias e também aprendemos mais com as tristezas.”

Nos planos da gravataiense, que mora com a estudante de Arquitetura e Urbanismo Laura Machado (20), estão constituir uma família e cuidar bem da mãe, Tereza Maria Morari (69), que, em sua afetuosa descrição, “tem o maior coração do mundo”. Ser mãe também é um sonho que pretende realizar nos próximos anos.

*Esta matéria integra a seção comemorativa de 35 anos da Revista Evidência e foi publicada na edição de outubro.