Com um pouco mais de um mês que antecipa as audiências públicas que definirão os cursos a serem inicialmente implantados com a instalação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFsul) – Campus Gravataí, o titular da Comissão de Implantação do Campi – fase 3, Renato Louzada Meireles, concedeu coletiva à imprensa local, onde explanou sobre os métodos e fases do processo.

A entrevista ocorreu na tarde de ontem (22/05) na Secretaria Municipal de Educação, com a presença do Secretário de Educação Mário Sá; da Coordenadora de Ensino da IFsul do Câmpus de Canoas, Cimara Valim de Melo além de veículos da imprensa local.

Pesquisa

Renato enfatizou a metodologia aplicada para a escolha dos eixos tecnológicos que nortearão os cursos oferecidos no município. Os indicadores serão – além das pesquisas nas escolas -, as duas audiências e fatores de empregabilidade e oferta de cursos da mesma didática. “Equilibramos em 50% a amostragem em escolas municipais e estaduais, abrangendo cerca de 2.200 alunos do ensino fundamental, médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Até lá (audiências), tabularemos os resultados para equipará-los aos outros indicadores. Esse processo é trabalhoso, porém gratificante”, afirma o Diretor-geral do Campus Gravataí, referindo-se à pesquisa que tem caráter inédito no processo de implantação dos Institutos: nove eixos tecnológicos onde os alunos apontam os cursos de maior interesse. As audiências ocorrerão nos dias 13 e 27 de junho, na Câmara Municipal de Vereadores, abertas ao público em geral.

Resumo

O Campus Gravataí terá capacidade para 1.200 alunos, em sua fase inicial. Sertão contratados 60 professores e 45 servidores na área administrativa.  O investimento é de 10 milhões, que abrangem a infraestrutura predial, mobiliário e equipamentos.

Gravataí, Sapiranga e Lajeado estão na fase de implantação. Os cursos técnicos oferecidos serão gratuitos e nas modalidades presencial; EaD (à distância) e Proeja (Ensino de Jovens e adultos). A unidade da Escola Técnica em Gravataí será instalada no bairro Bonsucesso, próximo ao Sesi.