A Guarda Municipal de Gravataí juntamente com a Fundação Municipal de Meio Ambiente realizaram, no dia 07/06, a atividade de Rapel e Caminhada no Patrimônio cultural do Rio Grande do Sul – Morro Itacolomi. Com parceria da empresa Vertical Sul, participação de funcionários da Heineken, Secretaria Municipal Especial de Comunicação (Secom), integrantes do projeto Mulheres da Paz e da Associação dos Artistas Visuais do Vale do Gravataí (Agir), além da imprensa local, a ação integrou as atividades da Semana Municipal do Meio Ambiente.

Buscando manter a riqueza da flora ambiental existente no local, os funcionários da Heineken, acompanhados da Guarda Municipal realizaram o plantio de 60 mudas de árvores frutíferas e o recolhimento de lixo durante o percurso da trilha que leva até o alto do Morro. Chegando ao cume, conhecido come “Pico dos Cachorrinhos”, os participantes puderam conhecer a história e apreciar a vista, observando todo o município.

Para o guarda municipal Márcio Rocha, responsável pela organização do passeio, a atenção para o ecoturismo local é o principal foco da atividade. “O objetivo é despertar o interesse pelas práticas ambientais de esportes de aventura, caminhada, pelo plantio e cuidados com a natureza”, falou.


Rapel na Tcheco-alemã

Reconhecido como um templo para os admiradores do esporte, o Itacolomi é adorado por praticantes do esporte de todo o país e de vários cantos do planeta. “Aqui nasceu o montanhismo no Estado. Em 1950, Edgar Kittelmann e alguns amigos decidiram escalar o Itacolomi. No ano de 1953, Kittelmann, que havia sido vítima de paralisia infantil, uniu todas suas forças e chegou ao Pico do Morro”, explica o instrutor da Vertical Sul, Rudah Azevedo. Integrante do Clube de Montanhismo, Azevedo conhece as trilhas do local desde 1977, onde nove anos depois começou a realizar o esporte de escalada.

Azevedo, acompanhado dos instrutores Regis Szablyk e Neri Prates, garantiu a segurança no esporte, proporcionando que o rapel fosse realizado pelos aventureiros. Realizado no pico conhecido como Tcheco-alemã, de fácil acesso para iniciantes no esporte, o rapel teve grande sucesso entre os participantes das atividades.

Fonte: Secom

Créditos destaque: Secom