A Revista Evidência traz uma nova matéria sobre a mobilização das agremiações políticas para as eleições municipais, adiadas para novembro. Na edição de agosto, alguns partidos já informam os pré-candidatos para o Executivo Municipal, assim como relatam como tem sido a preparação para o pleito. As convenções, nas quais haverá definição das candidaturas, serão realizadas entre o fim deste mês e a primeira quinzena de setembro. Ao longo desta semana, vamos divulgar trechos da reportagem no site. Acompanhe!

Discussões dos programas de Governo

Grande parte dos partidos que concederam informações à Evidência afirmam que estão dedicados ao diálogo sobre o programa de Governo, bem como à preparação dos pré-candidatos. Confira o que algumas agremiações, antecipam sobre o trabalho no período pré-campanha:

Partido Socialismo e Liberdade – PSOL

Até o fechamento desta edição, ainda não havia sido agendada a convenção partidária, porém o PSOL avaliava a possibilidade de realização na primeira semana de setembro. A pré-candidata a prefeita já tinha sido apresentada pelo partido: Tamires Paveglio. Já o nome para vice ainda está sendo debatido pelos integrantes, segundo o presidente municipal do partido, Renato Linck.

Partido Trabalhista Brasileiro – PTB

O PTB tem realizado reuniões virtuais, atendendo as recomendações sanitárias durante a pandemia de Covid-19, no entanto, ainda não definiu a data para a convenção partidária.  Os diálogos em plataformas online têm contado com a participação de lideranças do partido e pré-candidatos a vereador. “Essas reuniões são importantes para orientar, principalmente, nossos pré-candidatos sobre legislação, novo calendário, entre outras dúvidas eleitorais, como também promover, mesmo que de maneira virtual, a integração do partido”, frisa o presidente do PTB em Gravataí, Luciano Oliveira. Ele já havia dito à reportagem, em junho, que na disputa para prefeito, será oficializado o apoio ao MDB.

Partido dos Trabalhadores – PT

O PT tem recorrido aos debates virtuais, por causa da pandemia, e ainda vai definir a data da convenção. Contudo, já dispõe de pré-candidatos a prefeito e vice: Jairo Carneiro e Patrícia Patisbel Rodrigues. A nominata para a vereança está praticamente definida assim como avançaram os diálogos acerca do Programa de Governo. “Teremos quatro eixos como diretrizes”, comenta o presidente municipal da sigla, Alex Borba dos Santos. Ele antecipa que os eixos se referem aos direitos das pessoas; participação popular; administração voltada aos interesses da cidadania e temas estruturantes da cidade. “Temos acolhido, inclusive, contribuições de pessoas não filiadas, que tem enriquecido nosso trabalho”, destaca.

Informações de outros partidos

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) informou que, em razão do novo calendário eleitoral, fará alguma definições este mês. Até então, não há data prevista para a convenção. Já o Partido Verde (PV) ressalta que a reunião do partido está marcada para 31 de agosto. Na ocasião devem ser confirmados os concorrentes à Câmara e o apoio a Dimas Costa, do PSD, e Evandro Soares, do DEM, pré-candidatos a prefeito e vice.

Algumas siglas já haviam confirmado as pré-candidaturas para prefeito e vice para a reportagem publicada em julho. O Partido Comunista do Brasil (PcdoB) comunicou, na ocasião, que Ataíde Oliveira será seu representante na disputa pelo Executivo Municipal. Já o Partido Democrático Trabalhista (PDT) lançou os nomes de Anabel Lorenzi e Rosane Bordignon como pré-candidatas a prefeita e vice, respectivamente. O Partido Liberal (PL) também indicou os nomes que devem concorrer pela sigla para a Prefeitura: Claiton Manfro e Veroni Rauber.

Não retornaram ao contato

Até o fechamento desta edição, a Evidência não obteve retorno dos partidos Avante, Cidadania, Democratas (DEM), Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Social Democrático (PSD), Social Liberal (PSL), Patriota, Progressistas (PP), Republicanos e Solidariedade.