Um grande público lotou o Teatro do Sesc Gravataí, na noite de ontem (13/08) para, enfim, ver nascer a estreia do árduo trabalho feito pelo Professor de História Amon da Costa e pelo Jornalista Andrei Fialho. Ambos produziram o documentário Gravataí, Um Rio em Minha Vida, reunindo depoimentos de 24 entrevistados, entre ribeirinhos, pescadores, arrozeiros, ecologistas, agricultores e esportistas.

O filme aborda a vivência no rio, revelando relatos e histórias que, de alguma forma, interagem com esse manancial, o qual abastece mais de um milhão de gaúchos da Região Metropolitana. A iniciativa dos autores surgiu de uma parceria em experiências audiovisuais, no qual os dois assumiram um desafio com uma pauta latente na região. A produção é independente e conta com o apoio de alguns voluntários.

Ao final da exibição, muitos dos telespectadores deixaram a sessão elogiando a intenção de mostrar vários ângulos das questões que envolvem o Gravataí que ainda está bastante vivo.

Créditos destaque: Revista Evidência (Na foto, Amon da Costa.)