O professor recebeu o título de Cidadão Gravataiense nesta quinta-feira (21/6), em cerimônia solene na Câmara de Gravataí. A homenagem se deu em reconhecimento aos trabalhos efetuados na área da pesquisa sobre a história da cidade. Atualmente, Getúlio é diretor do Museu Municipal Agostinho Martha, da diretoria da Caergs, ocupando a presidência do Conselho Consultivo, além de ser pesquisador da Comissão Gaúcha de Folclore e membro da Irmandade do Divino Espírito Santo de Porto Alegre. 

Com Bacharelado em História e Mestrado pela PUCRS, estudou aspectos da cultura açoriana em Gravataí, o que lhe rendeu a apresentação de trabalhos nos Arquipélagos dos Açores. A contribuição luso-açoriana no Rio Grande do Sul também foi tema de artigos publicados em revistas e jornais. Em 2004, levou um pouco da história da Aldeia de Nossa Senhora dos Anjos a Portugal, quando abordou a colonização açoriana no município e no estado gaúcho.

Hoje, o diretor segue resgatando informações sobre a história da cidade. Nesta semana, empenhou-se na restauração de exemplares de O Gravataiense, jornal que circulou nas décadas de 1950 e 1960. Dedicado, enfrenta com paciência e habilidade os estragos causados aos papeis por traças e descuidos no manuseio, em nome da preservação da nossa história. O mesmo zelo tem com a restauração de objetos de madeira do museu.

 Fonte: Site da Prefeitura de Gravataí/ Fundação de Arte e Cultura

Créditos capa: COMUNICAÇÃO/PMG