Nesta quinta-feira (20/10), é lembrado o Dia Mundial de Combate à Osteoporose, doença que atinge cerca de 15 milhões de pessoas no Brasil, segundo estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a fisiatra do Hospital do Coração Pérola Plapler, diversos fatores contribuem para o surgimento da osteoporose, como hereditariedade, alimentação, consumo de bebidas alcoólicas e condições hormonais.

Nas mulheres, a incidência da doença é maior, pois a menopausa feminina começa mais cedo, caracterizada principalmente pela diminuição do estrógeno, um hormônio muito importante no estímulo à formação e na proteção da massa óssea. Já os homens começam seu processo de perda de massa óssea mais tarde e, como têm ossos e músculos maiores, têm um estoque de massa óssea maior, precisando de mais tempo para que seus ossos fiquem mais frágeis. Exercícios físicos e alimentação equilibrada, com ingestão de alimentos ricos em cálcio (leite, iogurte, queijo, sardinha e brócolis) ajudam na prevenção.

Fonte: Zero Hora

Créditos Destaque: serginhopersonaltrainer.wordpress.com