A Nasa, agência espacial americana, anunciou que o satélite americano desativado ingressou finalmente na atmosfera terrestre, na madrugada do último sábado (24/09) e se desintegrou, provavelmente, sobre o oceano Pacífico, no oeste dos Estados Unidos.

A agência assegurou que "o momento exato de reentrada na atmosfera e o local onde teriam caído seus restos continuam sendo imprecisos". Ela ainda afirmou "não ter sido informada de feridos ou danos materiais" provocados pela queda dos restos do satélite desintegrado.

Havia uma possibilidade, entre 3.200, de que os dejetos espaciais atingissem alguém em algum lugar do mundo, o que em um planeta onde vivem 7 bilhões de pessoas e cuja 90% da superfície são desabitados, equivale a uma probabilidade de 0,03%.

O UARS é o maior satélite da Nasa a cair na Terra desde 1979, ano em que o Skylab, de 90 toneladas, caiu no oeste da Austrália.

Fonte: Yahoo

Créditos Destaque: Nasa