A 1ª Vara Criminal de Gravataí aceitou as denúncias contra 12 pessoas envolvidas na morte do agricultor paranaense Lírio Persch, que foi feito refém em Gravataí, no dia 21/12/2011.

Além dos sequestradores, que atraiam as vítimas do Paraná para o Rio Grande do Sul, com o pretexto de falsa venda de máquinas agrícolas, a Justiça acolheu a denúncia de dois delegados e um investigador do Paraná, denunciados por omissão em relação ao crime de extorsão mediante sequestro. O ex-titular da Delegacia Regional Metropolitana Leonel Fagundes Carivali foi denunciado por homicídio qualificado, pois atingiu o refém durante a operação de resgate.

Relembre o caso aqui.

Fonte: Correio do Povo

Créditos Destaque: Jean Schwarz