O governo vai reduzir de 25% para 20% a proporção da mistura de álcool anidro na gasolina a partir de 01/10. A informação foi dada nesta segunda-feira (29/08), pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, depois de uma reunião com a presidente Dilma Rousseff.

Além dessa medida de "segurança" contra desabastecimento do mercado e de preços altos, Lobão ressaltou que ações complementares já anunciadas, como o financiamento da estocagem, também serão adotadas. Segundo ele, os parâmetros das linhas de financiamento com "favorecimento" estão em fase e considerações finais do ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Fonte: Correio do Povo

Créditos Destaque: igepri.org