Em comemoração ao ‘Ano Internacional do Afrodescendente’, começou, na tarde da última sexta-feira (02/12), a montagem das exposições de artes visuais ‘Expressões Afro de Gravataí’ e dos painéis ‘João Cândido – A Luta pelos Direitos Humanos’, no Quiosque da Cultura, no Centro. A mostra segue até o dia 15/12 e sua abertura oficial será na terça-feira (06/12), às 18h.

A área central do Quiosque abrigará os trabalhos de cinco artistas negros do município, são eles: Waldemar Max, Ângela Santos, Sandra Simões, Faustino Alves Filho e Sabrina Mara. O espaço também dá lugar aos painéis que divulgam a trajetória de vida de João Cândido Felisberto, líder da Revolta da Chibata que lutou pelos direitos humanos dentro da Marinha. Trata-se de uma exposição itinerante, que já rodou por diversos municípios brasileiros, mas que passa pela primeira vez em Gravataí.

O encerramento da programação, no dia 15/12, será na sede da Associação Cultural e Beneficente Seis de Maio, localizada na Rua Castilho Inácio Barcelos, 124, bairro Oriçó. O evento trará painéis e obras, vídeo-documentário sobre a vida de João Cândido Felisberto, mesa de debate e apresentação cultural do Coral do Centro Ecumênico de Cultura Negra (Cecune), grupo de coro pioneiro no Rio Grande do Sul que divulga a cultura afro-brasileira através da música. Para a assessora da APPN, Pâmela Íris da Silva “A programação valoriza artistas negros da cidade e traz uma importante exposição que retrata a vida de João Cândido, um grande líder do Brasil”, salientou a assessora.

Fonte: Prefeitura de Gravataí