Os agentes de combate a dengue continuam vistoriando diversos bairros de Gravataí, orientando a população sobre os cuidados a serem tomados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Além disso, examinam locais propícios para o desenvolvimento do inseto, e, nos casos de focos da doença, aplicam o larvicida “Temefós”.

De acordo com o Secretário de Saúde, Régis Fonseca, a cidade está estabilizada em 165 focos. “Estamos empenhados em acabar com o mosquito. Para isso, estão sendo realizadas diversas ações como visitas diárias de orientação às residências, onde passamos a contar com o auxilio da comunidade na eliminação dos criadouros do inseto”, relata.

Em 2011, foram registrados mais de 1 milhão de casos suspeitos em todo o Brasil, com 63% das ocorrências registradas nas regiões Centro-Oeste e Sudeste. Santa Catarina e Rio Grande do Sul são os dois estados que possuem baixo risco de contaminação pela doença.

As pessoas que irão aproveitar as férias para viajar, devem tomar cuidados especiais em outras localidades. Em entrevista coletiva no início de janeiro, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, destacou as principais cidades em estado de alerta, sendo elas Salvador, na Bahia, Recife, em Pernambuco, Belém, no Pará, São Luis, em Maranhão e Aracaju, em Sergipe.

Maiores informações sobre a dengue podem ser obtidas no site www.dengue.org.br ou em www.saude.gov.br.

Fonte: Prefeitura de Gravataí / Ministério da Saúde

Créditos Destaque: Reprodução site insetoseinvertebrados.blogspot.com